sexta-feira, 30 de abril de 2010

Surf trip: O Hawaii é já ali em baixo...1ª Parte










Ora aqui estou eu novamente na vossa companhia, acabadinho de regressar de mais uma Surf Trip de luxo, na companhia do meu irmão de surfadas Peter, algures pelo sul do nosso maravilhoso Portugal!
Foram 4 dias vividos com "grande nível" em que não nos faltou absolutamente nada, desde boas ondas, boa comida e bons e intensos momentos de Surf.
Surfamos altas em Z-point, num dia clássico em que de manhã ondas de metro com sets maiores marcavam o ritmo e o compasso para o que viria a ser um daquele dias que não temos o privilégio de assistir sempre e que tão depressa não irei esquecer. Passo a explicar: Após a surfada matinal e já de "papo-cheio", tive o privilégio de á tarde, ver o mar a subir e a "vestir-se" de gala com ondas de 2 metros sólidos e alguns sets piratas de 3m. Eu num frenesim louco de emoções, sentado em frente ao pico no camarote cá fora, ao pé dos locais e "prós"que nem se atreveram a entrar, vejo o Sr. peter a remar para o pico e a fazer duas ondas que ficarão marcadas para a posteridade. Respeito, atitude,consagração!
Parabéns Peter e ainda bem que assisti a este momento para o poder partilhar aqui com o resto da Tribo. Temos Big -rider...

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Pranchas & Shapes...



Aqui está a ultíma "criação" da Blackdog surfboards:
Este modelo é a Torpedo Evolution, é uma 7'0 e as medidas são as seguintes 16" - 20"3/4 - 15"3/4 - 2"1/2. tem full boxy rails, dome deck ligeiro e um fundo semelhante a uma shortboard actual, single concave mais acentuado na zona do pé da frente que evolui para double concave na zona das quilhas e tail., tem wings laterais que reduzem a largura do outline na zona do tail (round). As quilhas são "Lockbox" e são as LBX4, são ajustáveis e podem ser trocadas por outros modelos com características diferentes. A laminação foi feita com tecido de fibra de vidro de 6oz (6oz+6oz deck + 6oz bottom).
É uma prancha ideal para aprendizagem mas com versatilidade para surfistas com experiência.
Mais novidades e pranchas em: http://blackdogsurfboards.blogspot.com/

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Filmes da Tribo...


Já está ai o novo filme da Reef: "Cancer to Capricorn - The Path of The Modern Gypsy", contando no seu elenco vedetas como: Mick Fanning, Rob Machado, Tonino Benson, Mike Losness, Ben Bourgeois, Miss Reef e muitos outros. Aqui fica o um pouco deste filme que a julgar pelo que se vê aqui é...imperdível!

terça-feira, 20 de abril de 2010

Ecologia da TRIBO...





Foi no dia 20 de Março, pelas dez da manhã, que muitos dos inscritos na Essência Surf School Limpeza de Praias 2010, se começaram a juntar na Praia do Castelo (Costa da Caparica - concelho de Almada), muito embora a chuva que caía desde a madrugada tivesse a fazer com que muitos outros também não se atrevessem a sair de casa.
Certo era que, os organizadores já tinham definido que fizesse chuva ou fizesse sol, a acção iria decorrer na mesma, por isso não haveria motivos para adiar este movimento.
Às 10h30 já o tempo parecia querer melhorar e deu-se início com uma breve apresentação e explicação do que se iria fazer, tanto que pelas 11h já estavam todos a começar a limpar a praia.
O panorama inicial era desolador, pois parecia que quanto mais lixo se apanhava, mais surgia à superfície da areia. O lixo era do mais variado, sendo de salientar que pauzinhos de cotonetes predominavam em toda extensão de praia. Sim, a verdade é que grande parte das pessoas em casa, não se lembra que não deveria deitar os cotonetes usados pela sanita abaixo se não, eles irão fazer parte do nosso cenário de areal, que mais parecia um misto de cores dos ditos “pauzinhos” de plástico.
A acção decorreu até às 18h, tendo percorrido desde a Praia da Rainha até à Praia do Castelo, englobando também o parque desta última, tendo resultado numa recolha total de 1520,5 Kg de lixo, ou seja mais do que uma tonelada e meia!
A Essência – Escola de Surf, Bodyboard e Longboard, bem como a Surfrider Foundation Europe, agradecem a participação de todos os que nos ajudaram nesta actividade, que contou com o apoio da Câmara Municipal de Almada, das Pastelarias Emílio Preto Rego, da Água do Luso, dos Iogurtes Líquidos Dan’Up da Danone e da Red Bull.
O objectivo deste evento, de sensibilizar todos os participantes para uma praia mais limpa foi conquistado, pelo que esperamos em breve poder repetir o sucedido.
Bom trabalho e esperamos sinceramente que cada vez mais esta acções sirvam de reflexão para todos nós, que habitualmente passamos um bom bocado das nossas vidas na praia.
Mantenham as praias limpas!

sábado, 17 de abril de 2010

Som da TRIBO...

Uma versão clássica dum tema clássico de uma banda clássica, que resulta num verdadeiro...

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Imagens da Tribo...










Fotografias de : Ed Fladung
Local: Bucerias, Mexico

terça-feira, 13 de abril de 2010

SurfTrip: Maldivas Boat Dream...5ªParte.












Antes de mais peço desculpa pela demora em actualizar o blog, mas infelizmente o meu computador, mais precisamente o disco rígido literalmente"morreu", e face a isto só agora posso voltar á vossa companhia online.
Aqui fica assim o final da Surf Trip de sonho que o nosso amigo Renato da Essência realizou ás Maldivas e que temos vindo acompanhar ao longo deste mês aqui no Blog:
"Entretanto a alternativa passou a ser em substituir uma das surfadas por um passeio no Dingui, a um banco de areia completamente deserto, um banco de coral repleto de interesse marinho que o snorkelling permitia usufruir de uma forma inesquécivel, ou então ainda uma visita a uma das ilhas onde viviam os locais. Esta visita era sempre acompanhada pelo comandante do Felicity, que preparava a visita e nos apresentava ao representante da ilha. Este, por sua vez, levava-nos a conhecer a ilha e a lojas onde podiamos comprar os mais diversos artigos do artesanato local, onde se negociavam os preços de cada artigo.
Pudemos ainda ver fotofrafias na ilha de Coke´s ( assim chamada devido á presença da fábrica da Coca-Cola ) da altura do Tsunami em dezembro de 2004, a devastação tinha sido avassaladora também ali, aliás, no mar existiam vestígios de embarcações danificadas que por ali ficaram.
Podia escrever mil coisas sobre tudo o que se passa numa viagem como esta, sentimentos, atropelos, sorrisos, enfim...inúmeras coisas que se sentem e não se sabem ou até mesmo não se querem explicar...sem dúvida alguma, uma viagem de sonho para repetir!"
A Tribo do Surf agradece assim em nome de todos, ao Renato da escola de Surf Essência, a amabilidade que teve em partilhar esta viagem de sonho connosco. Um abraço e muito obrigado, encontramo-nos dentro da água companheiro...

domingo, 4 de abril de 2010

Surftrip: Maldivas boat dream...4ª Parte.












"Em cada dia o ritual seguia o seu rumo….uns dias Jail’s, Sultan’s, uns dias Honkey’s , outros Chicken’s ou Coke’s, conforme as condições do mar e o crowd no pico. Depois de surfar a primeira surfada do dia, o regresso ao Dhoni, sempre recebido com um prato de tâmaras e côco fatiado no momento.
À chegada ao Ensis aguardava-nos uma mesa de pequeno-almoço colorida por pratos de frutas tropicais, sumos, leite, chás, café, torradas, para acompanhar com manteiga, mel ou mesmo “nutella” (todos lembrávamos aquele famoso pote de chocolate de avelã que acompanhou a infância de quase todos…) e nuns dias um delicioso bolo de chocolate que o cozinheiro caprichava para nós e noutros deliciosas panquecas e ovos mexidos com salsichas!
Bom….seguia-se a conversa….a risota constante…as bananas do cacho que o comandante deixava pendurado para nós e a decisão do pico a surfar de seguida! Depois das divergências normais num grupo de 10 pessoas em que 3 surfavam longboard, as restantes utilizavam pranchas short e retro e mesmo assim uns preferiam “esquerdas” e outros “direitas”…. A decisão era sempre: “vamos!!...depois lá logo decidimos se para um lado ou outro, vamos ver como está!”…e assim era, na maioria das vezes… apenas quando chegávamos ao pico se decidia se aquele ou se avançávamos para outro ali perto… ou se uns ficavam naquele lado com as “esquerdas” e outros iam apanhar umas “direitas”…
Muitas vezes a esta hora as embarcações, como o Dhoni, provenientes de outros veleiros ao largo, eram mesmo muitas. Dentro de água podiam contar-se com algumas dezenas de surfers… esta era a hora mais difícil de gerir … muita disputa pelas melhores ondas. Na água podiam encontrar-se nacionalidades como ingleses, espanhóis, australianos, israelitas e hawaianos. Pessoas diferentes…diferentes formas de estar e sentir… diferentes formas de agir.
Apesar disto tudo, quase ninguém se esquivava a surfar a esta hora… a hora mágica do dia… surfar naquela água quente até o sol se pôr àquela latitude era indescritível… a saída da água fazia-se quase sem luz…"